Esther Dweck e José Luis Oreiro participam de debate sobre Política Econômica após a pandemia

O debate de conjuntura da 699ª Sessão Plenária do Cofecon tratará do tema “Política econômica após a pandemia”. Para discutir o tema, nesta quinta-feira, 24 de setembro, foram convidados Esther Dweck, professora associada do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e José Luis Oreiro, professor associado do Departamento de Economia da Universidade de Brasília (UnB).

O debate será conduzido pelo presidente do Cofecon, Antonio Corrêa de Lacerda, e coordenado pelo conselheiro Fernando de Aquino, coordenador da Comissão de Política Econômica do Cofecon. Os conselheiros federais participarão com perguntas e comentários sobre o tema em discussão.

A transmissão ocorrerá a partir das 16h no canal do Cofecon no Youtube – www.youtube.com/c/Cofecon.

Esther Dweck é Professora Associada do Instituto de Economia da UFRJ. Possui doutorado em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2006), com período-visitante no LEM da Scuola Sant’Anna, em Pisa, Itália. É coordenadora do Grupo de Economia do Setor Público do IE-UFRJ. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia do Setor Público, Crescimento liderado pela demanda, Modelagem Insumo-produto, Integração micro-macro, Complexidade Econômica e Modelos baseados em agentes. Entre 2011 e 2016, atuou no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, no cargo de Chefe da Assessoria Econômica e como Secretária de Orçamento Federal. (pequena correção)

José Luis Oreiro é Professor Associado do Departamento de Economia da Universidade de Brasília, Pesquisador Nível IB do CNPq, Líder do Grupo de Pesquisa Macroeconomia Estruturalista do Desenvolvimento e Senior Member da Post Keynesian Economics Society (Reino Unido). Foi Presidente da Associação Keynesiana Brasileira (2013-2015). Possui mais de 120 artigos publicados em Revistas Científicas no Brasil e no exterior, entre outras, na Cambridge Journal of Economics, Journal of Post Keynesian Economics, Review of Keynesian Economics, Structural Change and Economic Dynamics, Metroeconomica, CEPAL Review e Brazilian Journal of Political Economy. É autor dos livros “Macroeconomia do Desenvolvimento: uma perspectiva Keynesiana” (LTC, 2016) e “Macrodinâmica Pós-Keynesiana: crescimento e distribuiõ de renda” (Alta Books, 2018). Ganhou o Prêmio Brasil na categoria livro em 2017.