Pause
  • 1

  • 2

  • 3

  • 4

  • 5

Nos dias 24 e 25 de junho, estudantes de economia de todo o Estado do Paraná foram desafiados a resolver questões econômicas do país, por meio de um jogo virtual, que exige conhecimento, estratégia e sorte.  No Centro Tecnológico de Itaipu, em Foz do Iguaçu, o Conselho Regional de Economia do Paraná (CORECONPR) promoveu o 6º Torneio Paranaense de Economia, com participação de duplas de 13 instituições de ensino superior do Estado. A vitória foi conquistada pela dupla Marcio Rodrigo de Oliveira e Indiane Witcel Rubenich, da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Laranjeiras do Sul.

Com o resultado, a dupla campeã do Torneio garantiu a classificação para representar o Paraná na Gincana Nacional de Economia, que ocorrerá em Natal, no Rio Grande do Norte, nos dias 1º e 2 de setembro. Cada integrante da dupla vencedora ganhou como prêmio R$ 1 mil, em dinheiro. 

A segunda colocação foi alcançada pelos estudantes da Unioeste/Francisco Beltrão, Tiago Reichembach Elias e Leonardo Favretto Reolon. Na terceira posição, o posto foi ocupado por Gian Carlos Magalhães e Carlos Bruno de Arruda, da PUCPR. Já, o quarto lugar ficou com a dupla da Universidade Positivo, Jhonatan Fernandes e Lucas Budziak. 

Marcio Rodrigo de Oliveira e Indiane Witcel Rubenich participaram pela primeira vez do Torneio e disseram que treinaram antes da competição com a dupla que representou a universidade no ano passado, o que contribuiu para a definição de estratégias para o jogo. “Chegamos um pouco tensos na disputa, pois não sabíamos como seria o jogo. Em alguns momentos também pudemos contar com o fator sorte, ao tirar cartas boas que contribuíram para o resultado. Estamos muito felizes com o resultado e agora vamos treinar bastante para representar bem o Paraná na Gincana Nacional”, comentam.

Edições anteriores 

2015 – 5º Torneio

Carlos Bruno Vieira de Arruda e Rodrigo Opalinski - Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)

2014 – 4º Torneio

Leonardo Favretto Reolon e Tiago Reichembach Elias – Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), Francisco Beltrão.

2013 – 3º Torneio

Tiago Reichembach Elias e William Eidt. Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), Francisco Beltrão.

2012 – 2º Torneio

Francisco da Mata e Flávia Lazzaretti Leger. Faculdade de Ciências e Letras de Campo Mourão (FECILCAM).

2011 – 1º Torneio

Valdiney Cassio dos Reis e Yuri Kritski de Oliveira, da Universidade Positivo (UP), Curitiba.


*Assessoria do Corecon-PR.

O presidente do Conselho Regional de Economia do Pará e Amapá (Corecon-PA/AP), Nélio Bordalo Filho, se reuniu com membros do Corecon Acadêmico, do Centro Acadêmico de Economia da Universidade Federal do Pará, e com o coordenador do Grupo de Educação Financeira da Amazônia (GEFAM), Alexandre Damasceno, na última segunda-feira, 20 de junho, na sede do Regional. O grupo propôs a criação da Comissão Acadêmica de Assuntos Empresariais, Governamentais e Globais no Regional.

As inscrições para XXII Prêmio Brasil de Economia terminam no dia 1º de julho. A iniciativa do Conselho Federal de Economia reconhece anualmente trabalhos acadêmicos de economistas e estudantes de economia, com premiações em dinheiro. Neste ano, serão distribuídos R$ 48 mil às melhores monografias de graduação, dissertações de mestrado, teses de doutorado, artigos técnicos/científicos e livros de Economia. As inscrições devem ser feitas no site do XXII PBE – Clique AQUI.

Os Conselhos Regionais de Economia (CORECON’s) do Nordeste, após realizarem o XXVIII ENE, de 15 a 17 de junho, em Parnaíba (PI), vêm divulgar este documento, que pretende expressar as principais conclusões a que se chegou nos profícuos debates em torno da temática do evento - O protagonismo do Nordeste para o desenvolvimento do Brasil no século XXI: diagnósticos, iniciativas e estratégias para o futuro.

O Conselho Regional de Economia do Paraná (Corecon-PR) realizará, dias 24 e 25 de junho, o 4º Encontro Paranaense de Economistas e Estudantes de Economia (Epeco) e o 6º Torneio Paranaense de Economia, na cidade de Foz do Iguaçu. O objetivo do Epeco é discutir assuntos econômicos relacionados ao desenvolvimento socioambiental e o curso de Economia. O tema central desta edição é “O que esperar da Economia Brasileira: Para onde vamos?”.

Hide Main content block

Artigos

A demonização dos déficits fiscais
Neste artigo publicado no Correio Braziliense, Fernando Aquino fala sobre os déficits. "O governo, eventualmente, pode estar agindo corretamente ao ... Leia mais